quinta-feira, 31 de março de 2016

#TagdaMentira!

     
      Hey galerinha, tudo bem? *--* 
     A postagem de hoje será mais light. Todos sabem que amanhã é primeiro de abril (Dia da Mentira). E que sábado (dia 2/4) é Dia Internacional do Livro Infantil, sabiam? Pois é, além disso, depois de amanhã também é Dia Mundial do Livro Infanto-Juvenil. Nossa, quanta coisa, não é? E como eu sempre estou de olho nas datas comemorativas, vou abordar um pouquinho sobre isso hoje com vocês! 
        
-Frase de Ziraldo

      A literatura voltada para o público infanto-juvenil é aquela que envolve temáticas que servem tanto para as crianças como também para os adolescentes. São ficções que se remetem ao folclore, temáticas do cotidiano e que de forma mais simples ajudam a criar uma forte leva de novos leitores pelo país. 
      Os livros infanto-juvenis estão ganhando muito destaque nesses últimos anos, como grande exemplo temos os livros de Harry Potter que encantou muita gente. Rick Riordan também é forte nesse assunto, como aqui no Brasil também temos Ziraldo, Ruth Rocha, Maurício de Souza, Paula Pimenta e Thalita Rebouças. 

   Então, para descontrair inventei uma coisa: vamos chamar de #TagdaMentira! Vou contar para vocês um pouquinho de mim no universo dos livros infanto-juvenis através das seguintes afirmações, onde devo responder com "mentira" ou "verdade".

*Você lia muito quando era criança. 

-Mentira! Não me lembro com qual idade eu realmente comecei a gostar de ler, mas creio que foi pelos treze, quatorze anos, então não. 

*Você lê muito agora.

-Mentira! Por incrível que pareça e infelizmente, eu não ando lendo tanto quanto há alguns meses atrás. Estou dedicando mais do meu tempo a escrever, então leio mais o que eu escrevo. Ainda assim, tento ler pelo menos dois ou três livros por mês, e a maioria é literatura infanto-juvenil. 

*Você não gosta de Harry Potter por envolver magia das trevas. 

-Mentira! A "magia das trevas" é derrotada pela força do amor verdadeiro, quer mensagem mais bonita que essa? Amo HP.

*Você não leu livros da Thalita Rebouças.

-Verdade! Até hoje não li, mas sou super curiosa para conhecer seu trabalho de tanto admirá-la como pessoa. Ainda lerei. 

*Você já conheceu o Ziraldo. 

-Verdade! Tive a chance e honra de conhecê-lo pelo Grupo MultiArte em dois eventos de literatura infanto-juvenil que aconteceu em meu município e só tenho que dar meus parabéns pelo trabalho que ele tem! 

*Você conta histórias de Ruth Rocha. 

-Verdade! Não a conheço pessoalmente, mas em eventos de Contação de Histórias sempre temos Ruth Rocha em nosso acervo e é muito bom compartilhar isso. A minha preferida é "Quem tem medo de quê?". 

*A primeira série de livros que você leu foi Crepúsculo.

-Verdade! Já disse aqui no blog várias vezes que quando eu era iniciante como leitora mergulhei nos livros de Stephenie Meyer. 

*Você não gosta de literatura nacional.

-Mentira! A literatura nacional de modo geral vem crescendo bastante ultimamente, e mesmo que pareça engatinhar comparada com a literatura estrangeira que estamos acostumados, vem se saindo muito bem e tenho orgulho em fazer parte disso de certo modo. 

*O livro que você escreve é literatura infanto-juvenil.

-Verdade! Se bem que escrevo vários livros. Tenho alguns no Wattpad e projetos particulares para o futuro, mas sim, generalizando todas as histórias podem ser lidas nessa faixa de idade (como também para adultos, porque não?). Podem conferir na página Meus Rascunhos.

*Você gosta de livros infantis. 

-Verdade! Adoro livros infantis, pois adoro crianças! Escrevo alguns contos e pretendo me aperfeiçoar para esse tipo de literatura um dia, ultimamente meu foco tem sido mais no juvenil (YA - Young Adults = jovens-adultos). Como também conto histórias, tenho bastante contato com esse tipo de livros e público. 


    Acho que as contações de histórias e livros finos, coloridos e com desenhos são super positivos para atrair novos leitores. Procurem! Quem ainda não gosta de ler é porque não encontrou o livro certo, essa frase é verdadeira! As pessoas devem começar lendo o que realmente gostam, assuntos que se identifiquem e tenham curiosidade. Logo, logo perderão o medo das várias páginas e sequências, e saberá dizer quais gêneros literários realmente chamam sua atenção. Cada faixa etária tem suas características e é importante se ligar nisso, antes de indicar ou dar um livro de presente á alguém. Não se esqueça de que para escrever é a mesma coisa, escreva o livro que você gostaria de ler. xD

     Agora, um livro que serve para todas as idades e que é altamente recomendado para quem gosta de literatura infanto-juvenil, com certeza é O Pequeno Príncipe. Ultimamente um dos livros ainda mais falados depois de tanto tempo desde a sua primeira publicação (1943), o Principezinho vem ganhando muitos corações e será o tema do próximo post, na terça-feira (5/4). Contarei um pouquinho mais da história de seu autor e curiosidades, até lá! xD

2 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Adorei a tag e a postagem, não sabia que amanhã era comemorado o dia do livro infantil, achei muito interessante, haha. A tag ficou bem divertida, haha.
    Beijos, Resenhas da Day

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! haha' xD
      Obrigada, beijos! *--*

      Excluir