sábado, 12 de maio de 2018

[Resenha] Perdida - Carina Rissi


   Olá pessoas! Vamos falar desse livro que eu devorei como se eu não tivesse aula no dia seguinte!

Sinopse:
"Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos."
Título: Perdida Autor (a): Carina Rissi
Editora: Verus  Páginas: 364


Resenha:

   Uma coisa que eu fiquei realmente chocada é como o livro realmente te prende do inicio ao fim!! Sério, você vai lendo e não vê o tempo passar, você passa a viver a vida da Sofia. O chefe mala, a amiga apaixonada, o livro que você não tira da bolsa, etc.
   Sofia, aquela pessoa típica que não consegue viver sem as tecnologias da vida, para em um lugar onde nem banheiro tem! É muito gostoso de ver a evolução da Sofia de garota mega tecnológica que "deus me livre me apaixonar" para uma garota que finalmente deixou alguém entrar.

"Ficar sem internet era como se eu deixasse de existir, não fizesse mais parte do mundo.
completamente isolada virtualmente."

   Ela, ao ser transportada para o século XIX, paga aquela vergonha alheia que qualquer uma de nós pagaríamos. Ela chega lá falando gírias, com uma saia curta e all star, um celular "mágico" sem nenhuma forma concreta de como voltar para o século XXI.

"O que estava acontecendo comigo? Eu sempre soube como agir quando o assunto era o sexo oposto: como me livrar de um sujeito irritante, como atrair a atenção de um que valesse a pena, e nunca jamais corava quando um deles me dava boa noite."

    Ian, o que falar desse homão da p***a!? Primeiramente eu achei fantástica a forma com que ele trata a irmã, e a relação deles é linda de se ver. A relação do Ian e da Sofia também foi maravilhosa, apesar de eu achar ter corrido um pouco.

"Ian me deixava muito perturbada; às vezes eu queria beijá-lo e nunca mais parar, e às vezes queria esganá-lo!"

   Eu achei a escrita da Carina simplesmente fantástica, você praticamente se sente a Sofia, você ri alto com os micões dela, suspira quando o Ian aparece, chora junto com os personagens.
    Outro fato que adorei é que a história praticamente se completa no primeiro volume, então para você que não gosta de ficar esperando o próximo volume da série, pode ler Perdida sem medo!

Minha nota: 




Nenhum comentário:

Postar um comentário